Paula Rego: Rimas do Berço

Estas rimas atraíram a artista Paula Rego porque é também uma especialista a usar o humor como meio para confrontar o terror: «Eu pinto para dar um rosto ao medo»

Paula Rego: Rimas do Berço

Estas rimas atraíram a artista Paula Rego porque é também uma especialista a usar o humor como meio para confrontar o terror: «Eu pinto para dar um rosto ao medo»

Preço
26,20 €

Preço de Amigo
€ 23,58
Quantidade

Ser Amigo faz a diferença. Junte-se a nós!

O maravilhoso mistura-se com o quotidiano e a banalidade cruza-se com o mistério nas rimas de berço — um género inglês de versos absurdos (nonsense, praticamente desconhecido no resto da Europa e que são agora considerados literatura escrita. Em tempos, foram, porém, um género de linguagem comum, como as orações religiosas, as anedotas, os encantamentos ou as pragas.

Aos dez anos, Paula Rego entrou para o Colégio Inglês onde recitou estes versos pela primeira vez. Agora, já com netos, redescobriu-os para executar uma série de gravuras, que poderiam ter sido feitas por uma criança, espontaneamente, desenhando diretamente na tela, sem qualquer estudo prévio.

Propositadamente, não se distanciou da ilustração, por querer recuperar uma categoria artística normalmente considerada humilde e homenagear artistas Vitorianos como John Tenniel, que criou Alice, o pintor demoníaco Arthur Rackham, e Beatrix Potter, que também amava os animais e os defendeu – contra os jardineiros.

CS015742

Ficha informativa

Medidas
22,6 x 28,8 cm
ISBN
9789727086580
Editor
Relógio D'Água
Idioma
Português
Capa
Dura
Ano
2001
Artista
Paula Rego

Também pode gostar